15 agosto, 2017

De Milão a Turim, a “Paris Italiana” (Parte 2)

Salve!

Viajar de Milão para Turim é uma excelente opção de passeio de um dia. O trajeto, curto e fácil, contei AQUI. Visitei Torino em agosto, portanto no ápice do verão italiano. O dia estava claro, com ótima visibilidade, o que favoreceu muito a vista da cidade do alto do Monte dei Cappuccini.

Italia Turim Mole Torino

Italia Turim Mole Torino


Monte dei Cappuccini

É ali que fica também a Chiesa di Santa Maria del Monte dei Cappuccini. De frente para a igreja é possível ter uma visão do alto da cidade de Torino em 180 graus. É possível chegar de carro ou também (com muito fôlego) a pé. No mesmo complexo funciona ainda o Museo Nazionale della Montagna e o Club Alpino Italiano, acervo com documentos da região das montanhas, como Monte Bianco. A vista, que é um espetáculo, é moldada pelo Rio Po e tem como destaque a torre da Mole Antonelliana.

Italia Turim Mole Torino


Mole Antonelliana

A Mole será seu ponto de referência em Turim. Isso porque sua torre com 167 metros de altura pode ser vista a partir de diversos locais da cidade de Turim. Vamos dizer que a Mole está para Torino como a Torre Eiffel está para Paris.

Sua construção aconteceu entre os anos de 1863 e 1897 e inicialmente deveria ser uma sinagoga. A Mole é o edifício de alvenaria mais alto da Europa.

No complexo se localiza o Museu Nacional do Cinema. O bilhete, que custa 14 euros, dará acesso ao museu, ao elevador panorâmico que leva (em apenas 59 segundo!) até a parte mais alta da construção e à saída da cúpula para apreciar a cidade de Torino de forma panorâmica. Vale lembrar que a saída da cúpula está sujeita à boa condição climática no dia da visita.

Na construção há também um restaurante da rede Eataly.

Italia Turim Mole Torino

Italia Turim Mole Torino

Italia Turim Mole Torino


Piazza Vittorio Veneto

Eu adoro praças! Então elas para mim são verdadeiros pontos de atração que devem ser vistos. No caso da Piazza Vittorio Veneto, o que chama a atenção é a arquitetura do início do século XX (também chamada de arquitetura fascista).

Os bondes que cruzam a praça são um atrativo à parte. Conferem uma atmosfera tradicional e de “filme antigo”, mas estão em pleno funcionamento e são extremamente úteis na locomoção da população local e dos turistas.

Italia Turim Mole Torino

Italia Turim Mole Torino

Italia Turim Mole Torino


Fiume Po (Rio Po)

O maior Rio da Itália nasce nos Alpes italianos, percorre uma extensão de mais de 650 km e deságua no Mar Adriático, há aproximadamente 50 km de Veneza.

É inegável que o Rio Po confere uma atmosfera romântica e elegante à cidade de Turim.

Italia Turim Mole Torino

Italia Turim Mole Torino


Parco Vallentino

Com 421 mil metros quadrados de área verde e limitado em sua extensão leste pelo Rio Po, o Parco Valentino é o parque público mais importante da cidade de Turim e o mais visitado pelos turistas.

Seu nome seria uma referência ao santo padroeiro dos apaixonados, San Valentino. Documentos mostram que, possivelmente, havia uma capela com relíquias do Santo ali, por volta do ano de 1700. Barrillet-Dechamps, famoso paisagista francês, foi o responsável por transformar o terreno no parque como se conhece hoje.

Durante a visita foi possível ver dezenas de esquilos que, já acostumados aos turistas, se aproximam com facilidade. Em meio a fontes, monumentos e estátuas é possível fazer uma bela caminhada ou apenas relaxar à sombra de suas árvores. A entrada é gratuita e vale muito o passeio.

Italia Turim Mole Torino

Italia Turim Mole Torino

Italia Turim Mole Torino


Dentro do parque também está o Castello del Valentino, que desde 1997 é Patrimônio Mundial da Unesco.

Hoje a construção abriga cursos de graduação do Politécnico de Torino, mas já foi residência de importantes famílias reais como os Bourbon e os Savoia.

Italia Turim Mole Torino


Buona giornata ed arrivederci!

Nenhum comentário:

Postar um comentário